Bem-vindos à Freguesia de Ansião

Bem-vindos à Freguesia de Ansião - Freguesia de Ansião

 

A Freguesia de Ansião está localizada no centro da Vila.

 

Morada: Largo do Pelourinho 3240-146 Ansião

 

 

 

 

 

Horário de Atendimento:

 

ATENDIMENTO DO EXECUTIVO TODAS AS SEXTAS - FEIRAS DAS 17 H ÁS 18H

 

Segunda a sexta-feira - Manhã: 09H ás 13H  Tarde: 14H ás 17H

 

Exceto ás Quartas- feiras de tarde, o atendimento será

na sede da extinta Junta de Freguesia de Lagarteira.

  

 

 

Dados de Acesso - Internet WIFI  ABERTA

Sede Ansião - rede JF-ANSIAO

 SERVIÇOS PRESTADOS NO ATENDIMENTO DE SECRETARIA:

 

  • Atestado de residência;
  • Atestados de insuficiência económica;
  • Atestados de eleitor;
  • Atestados de idoneidade;
  • Atestados de agregado Familiar; 
  • Declarações (diversas);
  • Certidões (diversas);
  • Provas de vida;
  • Confirmações em impressos próprios;
  • Recenseamento Eleitoral;
  • Registo e Licenciamento de Canídeos e Gatídeos.

 

 

  Documentos necessários para o Registo e Licenciamento de Canídeos e Gatídeos:
 

  NOTA: Para registar o seu animal, deverá trazer a seguinte documentação:


•Bilhete de identidade;
•Cartão de contribuinte;
•Boletim sanitário do animal com a vacinação anti –rábica válida;
•Duplicado da ficha de registo do SICAFE (chip), no caso de obrigatoriedade;
•Carta de caçador, no caso de cães de caça (categoria E).

          

 

    ______________________________________________________________________________________

 

 

 Resenha Histórica de Ansião:

 

 Uma Terra de inspiração poética:

     Apesar da primeira referência a “Ansiom” datar de 1175, só em 1514 D. Manuel I lhe concede o primeiro foral. Contudo, é durante o reinado de D. Afonso VI que a Ansião recebe o foral que o eleva à categoria de vila. Mais tarde, D. Pedro II doa-a a D. Luís Meneses, Conde de Ericeira, e o senado do município manda erigir o padrão e um pelourinho para assinalar o facto.

      Foi com a reforma dos municípios, levada a cabo por D. Maria II, que o concelho ganha a sua actual constituição. Na altura, os concelhos de Avelar, Chão de Couce e de Pousaflores são dissolvidos e integrados em Ansião. 

      Contudo, é no século XVII que o concelho assiste a alguns dos momentos mais marcantes da sua história. É nesta altura que se constrói a ponte da Cal, as capelas da Misericórdia e do Senhor do Bonfim, para além de várias residências, algumas ainda habitadas.

Com uma população inferior a 14 mil habitantes, o concelho de Ansião está localizado entre o litoral e o interior, e enquadrado na região Centro do País, pertencendo ao distrito de Leiria e à Diocese de Coimbra.

Abrangendo uma área geográfica de 179 quilómetros quadrados, o concelho é constituído pelas freguesias de Alvorge, Ansião, Avelar, Chão de Couce, Pousaflores e Santiago da Guarda . Os principais acessos são o IC8 e o IC3, beneficiando também do nó de acesso à A1 em Pombal.

 

Património:

                          

 

 

                          Pelourinho de Ansião                          

           

No século XVII, mais concretamente no ano de 1686, foi erguido, defronte à residência senhorial dos Condes da Ericeira (mais tarde, este edifício foi aproveitado para nele funcionar a Câmara Municipal), no centro da Vila, um gracioso pelourinho, de fuste oitavado, com as armas do Conde da Ericeira.

No Pelourinho está gravada a seguinte inscrição, também ela referente à mercê concedida, em virtude do mérito alcançado, tanto na guerra como na paz, a D. Luís de Meneses, Conde da Ericeira:

MERCEDE CO/PARATA MERI/TIS OB INCLI/TA BELLO ET PA/CE GEST AD/LVDVVICO M/ENESIO COMI/ TE ERICÆIRÆ I686

Em cima esta inscrição uma coroa com um escudo esquartelado, tendo um mais pequeno ao centro. São as armas do Conde da Ericeira: no 1.º e 4.º quartéis estão as armas portuguesas; no 2.º e 3.º estão três flores de liz dispostas em triângulo.

No princípio do século XX, o Pelourinho foi reparado e mudado daquele local para o lugar onde hoje se encontra, próximo do Fundo da Rua. Na sessão de 18 de Setembro de 1902, ao chamado Largo do Padrão, a Câmara deliberou passar a denominar Largo de Almeida Garrett, e mudou para lá o Pelourinho.

Hoje, chama-se Largo do Pelourinho, fica frente à sede da Junta de Freguesia, na confluência das Ruas Conselheiro António José da Silva, Combatentes da Grande Guerra e Dr. Adriano Rego. A sua base estaria assente sobre degraus de pedra, mas como estes estivessem deteriorados, assentaram-no sobre oito bolas de pedra (tantas quantas as freguesias que integram o concelho, desde 13 de Janeiro de 1898), que lhe dão enorme beleza, sendo considerado um dos mais belos pelourinhos da região.

 

 

 

Ponte de Cal

Resultado de imagem para Ponte de Cal em ansião

 

 É uma construção do Sec. XVII e faz parte do antigo eixo viário que ligava a cidade de Coimbra e a capital Lisboa.Esta ponte está ligada à passagem da Rainha D. Isabel de Aragão pela região centro, que segundo a lenda a Rainha Santa se refrescava nos tanques de banhos da ponte. É composta por dois arcos plenos, sendo que no primeiro há um reservatório onde, segundo a tradição oral, se banhava a rainha Santa Isabel quando passou por estas terras. Assim, estas águas tornaram-se milagrosas e os banhos que ali se fazem são sobejamente conhecidos por “banhos santos”. Junto à ponte, na margem direita do rio, há uma capela de pequenas dimensões que foi erigida em honra àquela rainha.

A ponte fica aproximadamente 600 metros da nascente do Rio Nabão

 

 

 

 

 Igreja Matriz de Ansião

 

 Igreja Matriz de Ansião, situada perto da totalmente renovada praça do município e adornada com imagens renascentistas, esculpidas em pedra, e um portal barroco digno de reparo.

 A actual igreja data de finais do século XVI (mais precisamente 1593 que é a data inscrita na porta principal), mas tudo indica que, mais para Oeste, teria existido uma primitiva matriz, ainda hoje recordada na toponímia local por “Igreja Velha”, na zona da fábrica de têxteis da antiga CUF.

O templo actual, no centro da vila, apresenta uma fachada simples, com uma imagem em pedra de Nossa Sra. da Conceição, padroeira da paróquia.

No interior, três naves, divididas entre si por cinco arcos em alvenaria que assentam sobre colunas toscanas e pavimento em madeira.

A capela-mor, separada da nave central por um arco de volta perfeita, mantém o chão em pedra, uma cobertura em abobada com caixotões em cantaria.
 

 

Avaliação Avaliação [1.594 Kb]

António Cardoso da Silva

António Cardoso da Silva - Freguesia de Ansião

 

Nome: António Cardoso da Silva

Habilitações Literárias: 5º Ano

Cargo/ Função: Presidente de Junta

 

 

António Cardoso da Silva, atual Presidente da Junta de Freguesia de Ansião, nasceu a 26 de setembro de1942, natural de Mata Mourisca, estudou até ao 5º ano, trabalhou sempre com o seu pai numa oficina de Olaria, até á idade de ir para a tropa.

 Aos 20 anos teve de cumprir, Serviço Militar na Escola Prática de Cavalaria de Santarém durante 36 meses.

Posteriormente, trabalhou numa empresa em Monte Real e teve a função de Fiscal Agrícola.

Com 26 anos, foi para Angola, onde foi Empresário da Construção Civil, até ao 25 de abril, depois voltou ao país de origem.

Quando regressou a Portugal, veio viver para Ansião, trabalhou por conta própria no ramo da Suinicultura. Também ligado ao ramo, foi Presidente durante 25 anos da Cooperativa Agrícola de Ansião.

 Em 1989, iniciou a sua vida Politica, como Presidente de Junta de Freguesia de Ansião, até á data.

Membros do Executivo

Autárquicas 2017/2021

 

Presidente:António Cardoso da Silva

Secretário:Pedro Miguel Gaspar da Silva

Tesoureiro: José Carlos Neves Duarte

Assembleia de Freguesia de Ansião

Eleições 01/10/2017

 

Assembleia

Presidente: Tânia Beatriz Duarte da Paz (PPD/PSD)

1º Secretário: Claudia Sofia Mendes Ferreira Ramos (MALTA Movimento Autárquico Lagarteira, Torre e Ansião)

2º Secretário: Luísa Maria Ramos Silva Marto (PS)

 

Vogais:

José Fernandes Francisco (PPD/PSD)

Rogério Dias Lourenço (PPD/PSD)

José Rosa Lopes (PPD/PSD)

Isilda Adelaide Dias (PS)

Aurélio Valente da Silva (PS)

Clemente dos Santos (MALTA Movimento Autárquico Lagarteira, Torre e Ansião)

 

 

LAGARTEIRA

Dados de Acesso - Internet WIFI ABERTA

Sede Lagarteira- rede: JF-LAGARTEIRA

Igreja Matriz S. Domingos de Lagarteira

A actual igreja matriz tem como patrono S. Domingos e é dos princípios do século XVIII.

Nos princípios deste século XVIII, a freguesia tinha cerca de 190 fogos, sensivelmente o mesmo que tem actualmente, mas nessa altura com maior número de pessoas.
 
Resultado de imagem para Adro da Igreja de Lagarteira
 

 Adro da Igreja de Lagarteira

 

 Resultado de imagem para rancho de Lagarteira

O Rancho Folclórico Danças e Cantares S. Domingos da Lagarteira foi fundado em 1997

 

 

 

 

TORRE DE VALE DE TODOS

 Dados de Acesso - Internet WIFI ABERTA
Sede Torre . V. Todos- rede: JF-TORREVALETODOS

 

 

Igreja Matriz de Torre de Vale de Todos

A actual igreja é de origem quinhentista.

A Igreja Matriz de Torre de Vale de Todos destaca-se pela beleza dos seus espaços e imagens.

A actual igreja é de origem quinhentista segundo a inscrição gravada no intradorso do arco cruzeiro.

O interior é de uma só nave, com cobertura em madeira a três planos, tendo pintada no tecto a imagem de Cristo. Do lado esquerdo abre-se uma pequena capela (antigo baptistério).

Segue-se o púlpito de base quadrangular com balcão entalhado e efeitos marmoreados. Abre-se uma capela (actual baptistério) onde se encontra a pia baptismal e uma imagem da Santíssima Trindade na parede.

 

 

 

 

Rancho Folclórico Cantares da Primavera

Rancho Torre V. Todos

 

O Rancho Folclórico Cantares da Primavera, fundado em 1985, pertence à freguesia da Torre de Vale de Todos e foi criado para recolher e representar as danças desta região, assim como usos e costumes regionais, tais como a apanha da azeitona, as vindimas e as ceifas.
Os diversos trajes usados espelham a autenticidade das recolhas e a seriedade com que atuam nos seus espetáculos. Composto por cerca de 40 elementos, conta com atuações um pouco por todo o país.

 

 

 

 

Freguesia de Ansião

Freguesia de Ansião